Na terça-feira fui à escola. Já consigo notar como meu ouvido melhorou. Desde que cheguei aqui, tive dificuldade de entender um pouco o sotaque britânico. Mas aos pouquinhos parece que o ouvido vai se adaptando, a gente passa a conhecer as gírias e expressões mais usadas (a Leila me ajudou bastante com isso também) e aí vai ficando mais fácil.

Em menos de uma semana já consigo entender melhor e, com a necessidade de me virar sozinha, também já estou menos travada para falar. As aulas são boas e forçam bastante o conhecimento, já que eu andava bem enferrujada para ler e escrever em inglês também.

Fui almoçar um sanduíche no Subway que tem ali perto da escola (e já aprendi os nomes das diferentes coisas que podem ir no recheio), e depois voltei para usar a internet. Me dei conta que eu ainda não tinha batido perna de verdade ainda por aqui. Então peguei meu mapinha e tracei um trajeto para fazer a pé durante a tarde.

 

Wellington Arch
Wellington Arch

 

Fui para o metrô e desci em Hyde Park Corner e já dei de cara com o lindo Wellington Arch. Segui a pé pela Constitution Hill até o Buckingham Palace. Fiquei lá, babando naqueles portões com detalhes dourados, no monumento imponente à Rainha Victoria e no incrível palácio à minha frente, com aqueles guardinhas que mais pareciam bonecos.

Monumento à Rainha Victoria, em frente ao Palácio de Buckingham.
Monumento à Rainha Victoria, em frente ao Palácio de Buckingham.

Pensei na quantidade de pessoas importantes que já haviam estado ali e de decisões que definiram muitos acontecimentos históricos. E que a família real poderia estar ali, a alguns metros de mim. Hello, Harry! Hello, William!

De lá, segui pelo St James’s Park, onde vi esquilinhos fofos circulando sem nenhum medo de gente. Tem uma ponte muito bacana sobre o lago do parque, onde de um lado avistamos o Palácio de Buckingham e de outro os prédios de Westminster.

 

DSC00198
Pontezinha linda no St. James Park.

 

No final da travessia do parque, já é possível avistar o Big Ben. Sobre as cabines vermelhas pelo caminho, é impossível resistir a uma foto (apesar de que, por dentro, elas são cheias de anúncios de garotas de programas e fedem a xixi).

 

DSC00211

 

Depois de babar mais um pouco na famosa torre do relógio, seguimos pela avenida Whitehall, passando pelo nº 10 da Downing Street e pela Horse Guards, onde ficam os cavalos da Guarda Real – muito legal! Assim, chegamos na Trafalgar Square e de lá pegamos o metrô.

 

DSC00219

Horse Guards
Horse Guards
DSC00225
Trafalgar Square e a National Gallery

 

Admiralty Arch, em frente à Trafalgar Square.
Admiralty Arch, em frente à Trafalgar Square.

 

Fomos pela Jubilee Line e desci na estação de London Bridge. Caminhei até a Southwark Cathedral, uma igrejinha impressionantemente velha! Passei pelo HMS Belfast e, finalmente, avistei a Tower Bridge! Fiquei encantada, a ponte é realmente muito linda! E ainda a Tower of London (antigo palácio da realeza) complementa a paisagem incrível e única de Londres!

Dali, atravessei a ponte de queixo caído, sem acreditar que estou aqui, para chegar à estação de Tower Hill onde passa a DLR e voltei pra casa. Comi uma lasanha congelada, fiz um tema da aula de inglês e descansei.