Categoria: Viagens

Roteiro resumido da nossa Eurotrip 2016

Helloooo queridos! Vim hoje contar rapidinho o roteiro que fizemos agora em dezembro de 2016. Aos poucos vou detalhando e contando as histórias e causos dessa viagem! Vamos ao roteiro?

1º Dia – 10 e 11/12: Embarcamos no voo Porto Alegre – Lisboa à noite, chegando em Portugal no dia 11 pela manhã. Como nosso voo seguinte era só à noite, saímos do aeroporto para aproveitar a tarde no Parque das Nações e no Oceanário, que fica perto. No fim do dia voamos para Berlim e chegamos lá tarde da noite.

 

 

2º, 3º e 4º Dia – 12 a 14/12: Ficamos 3 dias inteiros em Berlim, conhecendo os principais pontos da cidade e aproveitando muito as feirinhas de Natal! Fizemos compras de eletrônicos e de roupas de inverno para encarar o frio, visitamos a Alexanderplatz e a Postdamerplatz, a Berliner Dom e a Ilha dos Museus, o Museu Judaico, a East Side Gallery, o Checkpoint Charlie e o Palácio de Charlottenburg.

 

5º Dia – 15/12: Alugamos um carro em Berlim e fomos passar o dia em Dresden. Conhecemos rapidamente essa cidade linda e curtimos a sua feirinha de Natal. De lá tocamos para Praga, onde passeamos pelo centrinho à noite e pernoitamos.

 

 

6º Dia – 16/12: Passamos o dia em Praga, conhecendo o Castelo, subindo no morro do parque Petrín e tomando muita cerveja boa! Dormimos mais uma noite lá.

 

 

7 e 8º Dia – 17 e 18/12: Cedinho voltamos para a Alemanha e fomos conhecer o tradicional mercado de Natal de Nuremberg. À tarde fomos tomar café na casa da família Mayer, com quem me hospedei por quase dois meses em 1997 (!!) quando fiz um intercâmbio com a escola de ballet (!!!!) e ficamos para a janta também. Ainda saímos para beber numa cervejaria. No dia seguinte passeamos pela cidade de manhã e depois fomos encontrar os Mayers para jogar boliche e almoçar. Depois partimos para Garmisch-Partenkirchen, na fronteira com a Áustria, onde pernoitamos.

 

 

🍺

A post shared by Gabi (@gabigons) on

 

9º Dia – 19/12: Fomos conhecer o Zugspitze, o lugar mais alto da Alemanha, após uma noite de muita neve! Foi um passeio incrível ver os alpes nevados 🙂 – pernoitamos novamente em Garmisch, numa hospedaria muito característica alemã. Nota: nessa noite que ocorreu o atentado à um mercado de Natal em Berlim, onde havíamos passado uma semana antes.

 

 

 

10º Dia – 20/12: Cruzamos a fronteira com a Áustria para conhecer a Highline 179, uma ponte suspensa muito legal, entre duas montanhas com castelos. Depois seguimos para Schwangau (de volta na Alemanha), onde almoçamos e visitamos o famoso castelo de Neuschwanstein. Ainda viajamos horas subindo e descendo montanhas e estradas “cotovelo” para chegar e dormir em Sölden, bem no sul da Áustria.

 

 

 

11º Dia – 21/12: Passamos o dia perambulando pela cidadezinha, que é um resort de ski, subimos até o topo da geleira onde almoçamos e ficamos babando na vista. À tarde patinamos no gelo e à noite curtimos um aprés-ski (nome chique para o happy hour da galera do ski). Pernoitamos em Sölden novamente.

 

 

12º Dia – 22/12: Saímos de viagem em direção à Innsbruck, onde passamos o dia conhecendo essa gracinha de cidade, e tocamos para Munique. Lá visitamos o centrinho e a feira de Natal à noite e pernoitamos.

13º Dia – 23/12: Perneamos por Munique o dia inteiro e à noite fomos jantar e curtir a cervejaria Hofbräuhaus.

 

 

14º Dia – 24/12: Pegamos um voo de Munique para Lisboa, onde alugamos um carro e subimos até a cidade do Porto, para passarmos o Natal com meu irmão que mora em Matosinhos, ali perto. Curtimos uma ceia portuguesa deliciosa e ficamos na casa do mano.

15º e 16º Dia – 25 e 26/12: Ficamos em Porto e Matosinhos, curtindo a família e a cidade. Passeamos pela praia, pelo centro histórico e pela Ribeira.

 

 

17º e 18º Dia – 27 e 28/12: Fomos viajar com meu irmão e minha cunhada para a Espanha, pela região da Galícia. Começamos pela cidade de Pontevedra e depois fomos para Coruña, onde passeamos à noite e pernoitamos. No dia seguinte fomos a Santiago de Compostela conhecer a famosa Catedral e então voltamos para casa.

19º Dia – 29/12: Eu e o Léo passamos o dia fazendo as últimas compras, passeando pelo Norte Shopping e pelo El Corte Inglés. Depois fomos jantar com o mano e cunhada em um restaurante japonês para nos despedirmos.

20º e 21º Dia – 30 e 31/12: Saímos de Porto em direção à Lisboa, parando para conhecermos Sintra, um amor de cidade, cheia de palácios. Uma pena que nosso carro alugado foi arrombado por lá e tivemos um prejuízo gigantesco e toda a função de delegacia, cancelamentos, etc. Dormimos em um hotel perto do aeroporto de Lisboa e no dia seguinte pegamos um voo diurno de volta para Porto Alegre. Chegamos em casa perto das 21h e passamos a virada para 2017 dormindo. 🙂

Depois desse relato resumidinho, vou fazer posts específicos dos lugares com as fotos que conseguir reunir, pois com o roubo foi meu notebook e meu celular onde tinham diversas fotos que foram perdidas sem backup. Isso é o que mais nos deixou triste (a perda material a gente já está superando).

Gostaram do nosso passeio? Eu achei a viagem incrível!

Um beijo,

Turistando: The London Eye

Nunca vou esquecer da primeira vez que avistei a London Eye. Em 2007, no dia seguinte que cheguei a Londres para o meu intercâmbio, após cumprir as obrigações com a polícia (quando vamos ficar mais de seis meses) e com a escola, saí em direção ao rio para conhecer as redondezas e cheguei até um terraço em Temple de onde avistei pela primeira vez o combo London Eye + Big Ben, visíveis a partir de vários pontos da cidade.

Apesar de que tudo até aquele momento era novidade e que a perspectiva de passar um ano naquela cidade linda me deixava nas nuvens, nada como aquela visão tinha me atingido tanto até então. Nada é mais londrino do que essa vista e eu tinha vontade de gritar de alegria por estar lá!

London-Eye-01

Depois disso, pude ver a London Eye diversas vezes naquele ano em que morei lá. Algumas vezes com amigas e roommates recém chegadas e outras, mais especiais ainda, com meus pais e meu irmão. Também passamos a virada do ano de frente pra ela em meio a queima de fogos, muito frio e uma quantidade absurda de pessoas, mas divertidíssimo.

London-Eye-02

London-Eye-03

London-Eye-04

London-Eye-05

 

Em 2010, eu e o Léo (na época meu namorado) fomos para lá e a primeira coisa que fizemos depois de deixar as malas no hotel (e comer!) foi andarmos na London Eye. Pegamos um entardecer lindo e foi maravilhoso ter essa experiência com ele! De lá, é possível avistar diversos pontos da cidade, mas o mais lindo mesmo é o Big Ben e Parlamento.

 

London-Eye-06

London-Eye-07

London-Eye-08

London-Eye-09

London-Eye-10

London-Eye-11

London-Eye-12

London-Eye-13

London-Eye-14

London-Eye-16

London-Eye-17

London-Eye-18

London-Eye-19

London-Eye-20

Também pegamos um barco no Rio Tâmisa e nossa última parada foi justamente ali, na London Eye. Foi a última vez que a vi e não vejo a hora de voltar lá e dar mais uma voltinha. 🙂

London-Eye-21

London-Eye-22

Os passeios são comprados por intervalos de 30 minutos, que também é a duração de cada passeio. Apesar de parecer bastante, o tempo passa rapidinho. A velocidade é baixa, dá pra curtir o passeio sem enjoar e entrar e sair dela ainda em movimento.

Em cada “cápsula” cabem até 28 pessoas, ou seja, é bastante gente mas o espaço é grande mesmo. Quando fomos estava bem tranquilo, acho que tinha no máximo umas 15 pessoas dentro da nossa. Depende muito da época do ano e do horário.

Eu achei o passeio maravilhoso e recomendo muito para quem vai à Londres. BUT, como tudo por lá, é caro e só visitar a região por fora (tem um centro de visitantes e uns jardins muito bacana) também já vale super a pena! Hoje sai em torno de 25 libras por adulto e um pouco menos pela internet.

 

Saiba mais!
https://www.londoneye.com/

 

Me bateu uma saudade de lá… Vamos?

Um beijo,

sign_gabi

Turistando: Warner Bros. Studio Tour Hollywood

Na verdade esses estúdios ficam na cidade de Burbank, na Califórnia, onde ficam outros estúdios grandes como a Universal e seu parque de diversões. Diferente deste, a visita à Warner é puramente focada na produção de cinema e séries de TV. É um local de trabalho, e não um parque.
 

Warner-1

 
Pra falar a verdade, essa visita não foi algo planejado para fazer enquanto estivéssemos, eu e minha amiga Cris, em Los Angeles. Em algum lugar por lá, recebi o panfleto do tour e achei que seria interessante. Liguei para reservar um horário e fomos no último tour do dia, 4.30 pm, de uma quarta-feira, se não me engano.
 

Warner-0

 
Chegamos de carro pelo estacionamento (indicado pelo atendente ao telefone) e atravessamos a rua para onde o tour começaria – uma loja linda e cheia de coisas das séries e filmes que amamos. Ali pagamos os ~salgados~ USD 48 da visita guiada e ficamos aguardando o tour começar (e durou aproximadamente umas 2 horas).
 

Veja também: Loja da NBC em Nova York

 

Warner-8

 
Todo o percurso pelos estúdios é feito naqueles carrinhos ~tipo~ de golf, mas um pouco maiores (penso que éramos uns 12 por turma em dois carrinhos). Entretanto, a primeira etapa foi numa pequena sala estilo cinema onde projetaram um filme de boas vindas mostrando as mais diversas filmagens que foram produzidas pela Warner em sua história, incluindo filmes, seriados e programas de auditório feitos ali, naquele campus.
 

Warner-carrinho

 
Recebemos as instruções, subimos nos carrinhos com o nosso guia e já demos uma voltinha pelo labirinto de estúdios que é Warner Brothers, um dos maiores produtores de entretenimento do mundo. Infelizmente, durante os passeios no carrinho, o guia nos obrigava a guardar as câmeras fotográficas embaixo de cada banco – sendo permitido tirar fotos apenas quando eles autorizavam.
 

Warner-3

Warner-2

 
A primeira parada foi nos pavilhões onde eles produzem diversos artefatos para os cenários. São diversos estúdios enormes onde artesãos parecem fazer com que qualquer coisa seja possível de ser confeccionada ou imitada para que pareça real na tela. Até a neve falsa dos filmes é feita ali.
 

Warner-4

 
Depois, fomos a um pavilhão enorme de móveis e artigos de decoração, onde o guia aponta para itens memoráveis utilizados em filmes. Tem tanta tralha e tanta tranqueira que nesse ponto ficamos um pouco decepcionadas por não conseguir identificar ou lembrar de nada daquilo (apesar do guia estar sempre falando o que foi usado, quando, por quem e em que filme). Mas nesse mesmo pavilhão, tivemos uma grata surpresa: eles mantêm montado o set do Central Perk, do seriado Friends – um dos grandes sucesso desses estúdios!
 

Friends-1

Friends-2

Friends-3

 
Não preciso nem dizer o quanto fiquei emocionada, né? Realmente não sabia que iria encontrar isso lá, e para uma fã de Friends desde sempre como eu, foi muito, muito legal! Aqui, a visita já estava paga! 😉
 

Friends-5

 
Por lá, é visível o apego que eles ainda têm pelo seriado, pois nomearam o estúdio onde gravaram todas as temporadas de Friends com o nome da série, e volta e meia cruzávamos com alguma referência.
 

Friends-8

 
Na sequência, visitamos um museu muito bacana com a exposição de diversos figurinos utilizados nas produções, com as devidas referências e até fotos das cenas em que apareciam. Alguns “Oscars” ganhos pelo estúdio também estão expostos por lá, e chegar perto de uma estatueta original é realmente emocionante para quem é amante do cinema. 🙂
 

Warner-5

 
Demos também uma voltinha pelos cenários a céu aberto, vimos uma pequena Nova York e a cidade cenográfica de Gilmore Girls e Hart of Dixie (ambas que eu também <3). Esse momento foi muito legal pois era bem mais fácil de reconhecer os lugares e imaginar as cenas acontecendo ali mesmo. Infelizmente não pegamos nenhuma gravação enquanto estávamos lá. 🙁
 

Warner-cen5

Warner-cen6

Warner-cen7

 
Por fim, fomos a um pavilhão onde estão expostos diversos veículos utilizados nos filmes. E lá mesmo fizemos uma foto que era tipo um souvenir do passeio, naquelas telas enormes de fundo verde. Mas o mais legal mesmo, que infelizmente não tenho provas, foi termos entrado no estúdio de Two and a Half Men (na época do Charlie Sheen, em que a série estava bombando). Estava vazio, mas foi muito legal estar lá e ver tudo montadinho como vemos na TV (e é tudo bem menor ao vivo, a TV aumenta mesmo!). 🙂
 

Warner-6

Warner-7

Warner-9

 
No caminho, é possível ver alguns daqueles trailers onde ficam os artistas, reconhecer alguns escritórios e estúdios e ter a certeza de que se está à alguns metros de alguma celebridade, sem nem saber quem! Acredito que todo o tour deve ser diferente, pois deve variar de acordo com o que está acontecendo naquele dia. Melhor nem falar muito nas possibilidades para não estragar a surpresa. 😉
 

Warner-cen3

Warner-cen1

Warner-cen2

Warner-cen4

 
Achei o tour maravilhoso! Alguns momentos meio chatos, mas outros tão bacanas que compensam! De lá pra cá (fomos em 2010), o preço aumentou bastante, mas pelo que vi no site, eles melhoraram a experiência, então ainda deve valer a pena, principalmente pra quem adora as séries da Warner como eu. Importante lembrar que esse passeio é melhor para quem entende bem inglês e sabe os nomes de filmes e séries nessa língua, embora se tenha, hoje em dia, tour em espanhol também.
 

Saiba mais!
http://www.wbstudiotour.com/tour

 

Deu vontade de ir lá, né? Conta aí pra mim!

Um beijo,

sign_gabi

Relato de Viagem: 1º dia em Barcelona!

barcelona
Vista do Avião na chegada em Barcelona!

 

Chegamos no Aeroporto de Barcelona no final da manhã e pegamos um táxi até o nosso “hotel”, onde deixamos as malas e fizemos o check-in. Saímos para almoçar ali pela volta e voltamos um pouco depois quando o quarto estava liberado para dar uma ajeitada na cara e trocar de roupa, pois em Barcelona estava mais quente que em Porto, de onde viemos.

 

No Teleférico de Montjuic
No Teleférico de Montjuic

 

barcelona_06
A linda vista lá de cima …

 

barcelona_04
De dentro do bondinho!

 

Fomos de metrô até a estação Paral-lel, onde pegamos o funicular (bem sem graça, não tinha vista nenhuma) para o Montjuïc. De lá, pegamos o teleférico até o Castelo de Montjuïc, de onde tivemos lindas vistas do porto e da cidade, além de conhecermos essa construção antiga, muito bacana! Procuramos um caminho para descermos até onde se pega o Teleférico Del Puerto. Foi um pouco mais difícil de achar, mas as vistas desse passeio eram maravilhosas!  Pegamos uma fila grande na atração e o bondinho foi cheio de gente (medo!), mas ver mais de perto as Ramblas, o porto e as praias com certeza valeram a pena!

 

barcelona_10
Detalhes do Castelo de Montjuic

 

barcelona_02
Vista do Porto de Barcelona lá de cima!

 

barcelona_11
Mais detalhes do castelo de Montjuic!

 

barcelona_07

 

barcelona_05

 

barcelona_08

 

barcelona_09

 

barcelona_32

 

O teleférico chega numa torre com uma vista bem bonita da Praia de Sant Sebastián e do Hotel W que tem por ali, então se desce um elevador que sai na rua, quase na praia de Barceloneta. Dali pegamos um bus até o Port Vell, onde descemos e passeamos a pé, indo até o Monumento à Cristóvão Colombo e a Rambla del Mar, uma delícia! Fizemos um lanchinho no Starbucks do shoppingzin que tem ali e seguimos caminhando pela La Rambla, passando pelo Teatre Principal, Palau Güell e Gran Teatre del Liceu, sem entrar nessas atrações, seguindo para conhecer a Plaça Reial e o Mercado de La Boquería.

 

barcelona_33

 

barcelona_12

 

barcelona_13
Uma das vistas do Teleférico do Porto!

 

barcelona_18
O Teleférico do Porto visto lá de baixo!

 

barcelona_14

 

barcelona_34
Uma das marinas de Port Vell!

 

barcelona_15

 

barcelona_19

 

barcelona_20
Monumento a Colombo!

 

barcelona_21
Palau Guell

 

barcelona_22
Plaça Reial

 

barcelona_23
Uma avenida linda do Bairro gótico, vista da Rambla.

 

barcelona_24
Teatre Del Liceu

 

barcelona_25
As cores do Mercado de La Boquería

 

barcelona_27

 

barcelona_26

 

Dali caminhamos até a Plaça de Catalunya, onde tivemos uma tentativa frustrada de jantar no Hard Rock Café, que estava com uma espera de quase 1 hora – e tudo que queríamos era sentar naquele momento. Seguimos caminhando pela Rambla de Catalunya, onde achamos um restaurante com mesinhas na rua – o La Tramoia – onde sentamos para finalmente tomar uma sangría e comer uns tapas deliciosos, assistindo a noite cair. Dali voltamos a pé até o nosso hotel pela Gran Via, aproveitando a agradável night de Barça com o brilho da sangría no corpitcho!

 

barcelona_28
Plaça de la Catalunya

 

barcelona_29
Plaça de la Catalunya

 

barcelona_30
Sangria e Tapas no La Tramoia 😛

 

barcelona_31
Noite linda em Barcelona!

 

Continuem nos acompanhando por aqui para ver a continuação dos nossos dias em Barcelona!

Um grande beijo,

sign_gabi

Restaurante: Caldeira ~ Bento Gonçalves

Ainda falando sobre a nossa viagem maravilhosa para Bento Gonçalves neste último Carnaval, vim mostrar as fotinhos de um restaurante delicioso em que jantamos na nossa última noite do feriado: o Restaurante Caldeira, que fica mais no centro de Bento.

Sou dessas que pesquisa muito antes de sair de casa, e já tinha colocado o restaurante na nossa listinha de lugares para comer por lá, pois estava muito bem avaliado no TripAdvisor. Li um comentário sobre o filé à parmeggiana e foi por aí que decidimos!

 

caldeira_1

 

caldeira_2

 

O restaurante funciona numa casa linda e tem o ambiente muito lindo e decorado, mas muito confortável e aconchegante. Achei essa parede de quadros, colada na mesa onde nos sentamos, muito fofa e uma rica inspiração para reproduzir em casa.

 

caldeira_3

 

Eu tomei uma taça de vinho branco (em Bento, sempre peça vinho) e o Léo ficou chupando o dedo, pois estava dirigindo. Primeiro veio a entrada, uns pãezinhos recheados deliciosos.

 

caldeira_4

 

Depois o famoso filé, acompanhado de arroz, batatas fritas e uma saladinha temperada que estava uma delícia. Tudo muito bem preparado e muito saboroso!  Aliás, que molho maravilhoso o do filé!

 

caldeira_5

 

E pra fechar, um sorvete de creme com uma calda inusitada de vinho e cebola. Uau!

 

caldeira_6

 

Restaurante Caldeira

www.restaurantecaldeira.com.br

Travessa Antônio Ducati, 138 – Cidade Alta

Bento Gonçalves – RS

Telefone: (54) 3701-0272

 

Sugiro ligar antes e fazer uma reserva. Recomendadíssimo!

Um beijo,

sign_gabi