DSC00143

Então já era sábado e a Leila não trabalha no final de semana. Fomos passear por Notting Hill, onde todo sábado tem a famosa feirinha Portobello Market. Descemos na estação e tomamos um café por lá mesmo. Depois começamos a adentrar a Portobello Road e percebi as lojinhas, brechós e boutiques que fazem a fama do charmoso bairro.

As casinhas coloridas, um amor!
As casinhas coloridas, um amor!

As casas são uma graça, uma de casa cor, ou ruas intermináveis de casinhas brancas iguais, tudo muito tradicional e muito limpo. Moraria lá certo. Quando começa o mercado, aí sim começa a bagunça. A feira reúne multidões nos finais de semana.

DSC00144

No início, são diversas lojas tipo brique, com muitas antiguidades, louças e pratarias. Depois vem o mercadão, com diversas frutas e verduras, comidas de rua, comidas étnicas, temperos, pães, doces, comida caseira, etc. A sequência vira território livre! Gente vendendo tudo que é coisa e badulaques, desde souvenirs, até artigos para casa, cosméticos, coisas da China, roupas, óculos de sol, etc. Concorrência forte com os camelódromos do Brasil, mas com um charme londrino – sempre tem um cheirinho de algo sendo feito na hora pelas barraquinhas de comida e uma música ao vivo dos diversos artistas de rua.

O brique!
O brique!

Dali almoçamos no McDonald’s (note como ando saudável) e seguimos para Queensway, uma estação que tem umas lojinhas brasileiras onde a Leila queria comprar algumas coisas. Na mesma rua adentramos o Queens Ice and Bowl, um pequeno complexo de boliche com um rinque de patinação de gelo.

Por 10 libras, patinamos por 1 hora. Foi divertidíssimo, mas minhas canelas estão doendo até agora! Não cheguei a cair e por isso ri muito dos estabanados que haviam por lá. O lugar é pequeno mas não tinha tanta gente então foi bem tranquilo e deu pra curtir bastante!

Depois fomos pra casa nos arrumar, pois era sábado, né? Então a gente queria cair na night! Nos empiriquitamos e fomos no Walkabout perto de Leicester Square. Chegamos lá perto das 19h e conseguimos pegar uma mesa. Comemos uns petiscos e bebemos snake bite (uma cerveja misturada com groselha vendida em jarras).

O Walkabout é uma rede australiana de bares que tem Londres em diversos bairros. O esquema é o mesmo: até certa hora está todo mundo sentado vendo algum esporte, tomando drinks e comendo, depois, do nada, o pessoal arrasta as mesas e cadeiras para os cantos, o DJ começa a tocar as músicas mais bombadas no maior volume e o lugar vira uma night pegada.

Curtimos muito, dançamos até não aguentar mais as pernas (e os pés, no meu caso). Nunca mais saio de salto aqui, ninguém sai de salto aqui. É pedir pra sofrer! Como usamos sempre o transporte público, também caminhamos muito pela cidade, inclusive à noite. Depois de tudo isso ainda esperamos um tempão na parada de nightbus para voltar pra casa (o metrô não funciona de madrugada). Fiquei com o pé bem machucado, mas aprendi a lição.

Deu tudo certo, mais um dia incrível aqui em Londres!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *