Tag: Eurotrip

Terceiro (e último) dia em Berlim

Começamos mais um dia com um café da manhã maravilhoso no nosso hotel e, de lá, fomos de metrô e ônibus até o castelo/palácio Charlottenburg (que até ficava meio perto, mas economizamos estes passos). Pagamos uns eurinhos para fazer o tour por dentro com audioguia (e pagando por uma “licença” para tirar fotos – que no fim perdemos). O Palácio é realmente lindo, ricamente decorado por dentro e com tudo muito limpinho e bem conservado. Vale a pena pagar pelo ingresso, para quem for até lá, já que fica mais deslocado do centro de Berlim.

 

 

Depois demos uma caminhada pelos jardins/parque que fica nos fundos, mas estava tudo meio mortinho por causa do inverno, mas é bonito de um jeito diferente! Dando a volta no Palácio, chegamos à mais uma (adivinhem?) feirinha de natal – a de Charlottenburg é uma das mais famosas de Berlim! – mas a grande maioria dos estandes ainda estava fechada. 😛

Tiramos mais algumas fotos da fachada (que por fora até nem é tão impressionante, mas é simpática!) e seguimos de ônibus e metrô até a Alexanderplatz (pois queríamos trocar umas roupas na Decathlon de lá e comprar mais roupa de frio). Caminhamos ali pela região e paramos na feirinha de Natal em frente a Prefeitura Vermelha (Rotes Rathaus), que tinha uma roda gigante luminosa e uma pista de patinação em volta da fonte de Netuno. Um dos mercados mais lindos da cidade, sem dúvida! Almoçamos por ali (pão com linguiça, glühwein, batata frita, bolota doce frita, tudo que se tem direito – e mais uma caneca!) e ficamos people watching bem faceiros com o clima e astral natalino!

 

 

 >>Dá o ~play~ abaixo para ver como era essa feirinha! <<

 

 

Então seguimos caminhando, atravessando o rio Spree para chegarmos na Ilha dos Museus e visitar a Berliner Dom, bonita e imponente catedral da cidade. Já estava escurecendo e não conseguimos visitar muita coisa por ali (ficou para a próxima!). Nesse momento fiquei impressionada com a quantidade e a beleza dos prédios dessa região – dali pela Unter den Linden até a Bebelplatz vimos diversos museus, palácios, teatros e óperas, praças e igrejas lindíssimas. Tinham várias áreas em obras pelo caminho, mas também algumas banquinhas de pequenas feiras de natal que embelezavam a cidade à noite.

 

 

 

 

Fomos para o hotel deixar as sacolas e descansar um pouco, e de lá voltamos para Charlottenburg, pois queríamos muito ir àquela feirinha à noite – e acertamos em cheio, realmente era muito bonita, movimentada e animada! Foi o jeito perfeito de nos despedirmos desses três dias incríveis em Berlim – com muita comida boa e glühwein (mais canecas para a nossa coleção)!

 

 

Voltamos para o nosso querido hotel para arrumarmos as malas, pois no dia seguinte fizemos o check-out para seguirmos viagem! Amamos Berlim e com certeza voltaremos para rever tudo que adoramos e conhecer outras tantas que não deu tempo.

Nota: infelizmente bem no finalzinho dessa viagem fomos roubados e perdemos muito material. Alguma coisa conseguimos recuperar, mas o backup principal estava no meu notebook e no meu iphone que ~se fueram~ nessa roubada. Então ~desculpa aí~ se faltarem fotos e vídeos que dão sentido à sequência dos relatos.

E vocês, gostando do relato da nossa Eurotrip de Natal? Continuem nos acompanhando que tem mais! 😉

Um beijo e até mais!

Segundo dia em Berlim

Começamos o dia com um belo café da manhã no Leonardo Hotel, onde estávamos hospedados. De lá, pegamos um táxi (pois já estávamos meio atrasados) para o Reichstag ou Bundestag, o prédio do parlamento alemão, pois tínhamos agendado a visita ao terraço às 9h. Chegando lá, passamos pela segurança e esperamos um pouco até pegarmos o elevador que nos leva até a famosa cúpula de vidro. Logo na chegada pegamos o áudio-guia e seguimos para conhecer o terraço!

 

De dentro da cúpula de vidro do Reichstag!

 

O dia estava muito frio e nublado, mas foi lindo ver lá de cima vários marcos da capital alemã, como a Torre da TV, o Portão de Brandenburgo e a coluna da Vitória no Tiergarten. O vento era geladão e foi difícil ficar muito tempo na parte externa para fazer as fotos. Depois, subimos em espiral pela cúpula até o topo, para apreciarmos a vista do ponto mais alto, para então retomar a descida. Foi uma visita muito bacana, tudo bem alemão, bem organizado! Pegamos o elevador de volta e tiramos mais algumas fotos do prédio do lado de fora.

 

De fora do famoso prédio do parlamento!

 

Seguimos para o Portão de Brandenburgo, principal cartão postal de Berlim, onde fizemos mais fotos e sentamos um pouco para admirar o movimento e os belos prédios da Unter den Linden. De lá seguimos para o Memorial aos Judeus Mortos na Guerra, onde ficamos simplesmente tocados pela dimensão dessa obra de arte e como simples blocos de concreto em conjunto conseguem nos sensibilizar tanto.

 

Cartão postal de Berlim – Portão de Brandenburgo!

 

Caminhamos dali até o Sony Center, onde entramos para conhecer o espaço e algumas lojinhas legais que tem ali – aproveitamos para nos esquentar tomando um café no Starbucks! Fica ao lado da Postdamer Platz, onde estava rolando (adivinhem?) mais uma feirinha de Natal! Como já estava na hora do almoço, comemos por ali (um cascão salgado recheado de cogumelos e batatas – uma delícia) e tomamos nosso Glühwein – mais uma caneca! Ainda aproveitei uma atração montada que tinha lá: desci uma rampa sentada numa boia, superdivertido!

 

Tiergarten

 

Mais uma pernadinha e chegamos na Topografia do Terror, um museu gratuito incrível, mas muito chocante, com histórias do nazismo. Dali seguimos até o Checkpoint Charlie, um local fake que simboliza um posto de passagem entre as antigas Alemanhas Oriental e Ocidental divididas pelo muro. Mais uma caminhada até o Museu Judaico de Berlim, onde vimos histórias de famílias judias que passaram pelo nazismo e muitas exposições sobre a vida dos judeus e de arte inspirada na sua história. A sala com os rostos de ferro é realmente impressionante e tocante (fora a descida de boia em Postdamer Platz, que dia pesado!).

 

Mercado de Natal de Gendarmenmarkt – um dos mais lindos!

 

Para dar uma amenizada, já de noite, fomos de táxi até a cervejaria Augustiner pertinho da Gendarmenmarkt, onde tomamos uma cerveja deliciosa e comemos as famosas Bratwürst – salsichas branquelas deliciosas com pretzel e honey mustard! Dali, já que estávamos pertinho, fomos até o mercado de Natal de Gendarmenmarkt, uma da feirinhas mais lindas de Berlim! Estava cheia e super animada, rolando até umas apresentações de música e dança num palquinho. Tomamos mais um Glühwein (e levamos mais uma caneca pra casa!) e depois fomos de tuk-tuk até o shopping LP12 pois o Leo queria voltar na Uniqlo para comprar um casaco e luvas novas para aguentar melhor o frio.

 

Cervejaria Augustiner – delícia de chopp!

 

Então voltamos de metrô para o nosso hotel, onde descansamos para encarar o próximo e último dia em Berlim!

Nota: infelizmente bem no finalzinho dessa viagem fomos roubados e perdemos muito material. Alguma coisa conseguimos recuperar, mas o backup principal estava no meu notebook e no meu iphone que ~se fueram~ nessa roubada. Então ~desculpa aí~ se faltarem fotos e vídeos que dão sentido à sequência dos relatos.

Um beijo e até mais!

 

Primeiro dia em Berlim

Dando continuidade ao relato da nossa Eurotrip, após a conexão bem aproveitada em Lisboa, pegamos um voo a Berlim no dia 11 de dezembro de 2016 à noite, chegando no aeroporto Schoenefeld já tarde, de onde pegamos um táxi para o nosso hotel. Ficamos hospedados no Leonardo Hotel Berlin (Wilmersdorfer Str. 32, 10585 Berlin, Alemanha) durante 4 noites e foi uma excelente escolha: ótimo custo-benefício, quarto super espaçoso, café da manhã delicioso, bem localizado (a uma quadra do metrô) e com tudo pertinho (farmácia, mercado, etc.).

 

 

No primeiro dia, fomos direto para a região da Kurfürstendamm, uma rua de comércio com diversas lojas bacanas, onde eu queria comprar um casaco mais pesado para o resto da viagem (fomos na Uniqlo, uma loja maravilhosa para roupas básicas e quentinhas) e onde o Léo queria ver alguns acessórios eletrônicos (fomos na Saturn, uma mega loja de eletro, tipo a Best Buy americana, só que alemã!). Descemos na estação Wittenbergplatz e caminhamos até a Kaiser-Wilhelm-Gedächtnis-Kirche, passando pela KaDeWe, uma loja linda e enorme de departamentos. Interessante que quando saímos de manhã estava ~chovendinho~ e já perto do meio-dia o tempo abriu e ficou perfeito!

 

 

O mercado de Natal da igreja Kaiser-Wilhelm-Gedächtnis é aquele que, uma semana depois da nossa visita, sofreu um atentado terrorista (um louco atropelou o mercado com um caminhão). Esse foi nosso primeiro contato com um mercadinho de Natal alemão, nosso primeiro Glühwein, nossa primeira xícara (das 15 que trouxemos dos mercados!) – simplesmente inesquecível! Uma judiaria pensar no clima festivo desses mercadinhos e como uma pessoa quis fazer uma coisa daquelas (emoji da lagriminha).

 

 

Dali fomos de metrô para almoçar no Burgermeister, um burgão delícia famoso de Berlim – realmente sensacional! O lugar é muito roots, combina totalmente com a cidade, e o burgão gostosão! Fica embaixo de uma ponte perto da estação Schlesisches Tor, mas não se engane pelas aparências, é muito bom mesmo!

 

 

O lugar fica do outro lado do rio da famosa East Side Gallery, uma parte grande do antigo Muro de Berlim toda pintada por artistas. Caminhamos por ali até chegar na estação Ostbanhof, de onde pegamos o metrô para Alexanderplatz, região super animada (e lotada de gente e comércio!) onde fica a famosa Torre da TV. Ali fomos na Decathlon comprar mais umas roupinhas térmicas baratinhas para enfrentar o friozão europeu.

 

 

Depois já ficamos para aproveitar o mercadinho de Natal da região que estava lindo e com muitas comidinhas deliciosas! Tomamos Glühwein (mais uma xícara!), comemos crepe de nutella, batatas, pão com linguiça, tudo que temos direito numa feira dessas! O clima é uma delícia, as pessoas super felizes comendo e bebendo, as crianças brincando no carrossel ou na pista de patinação, uma música natalina tocando no fundo, tudo contribuindo para a sensação maravilhosa que a gente tem nessa época do ano! Os alemães celebram o Natal como ninguém!

 

 

Já apaixonados pela cidade e pelos mercadinhos, voltamos para o hotel para dormir e recarregar as energias para o dia seguinte! Continuem acompanhando o relato da nossa viagem que logo logo tem mais por aqui!

Nota: infelizmente bem no finalzinho dessa viagem fomos roubados e perdemos muito material. Alguma coisa conseguimos recuperar, mas o backup principal estava no meu notebook e no meu iphone que ~se fueram~ nessa roubada. Então ~desculpa aí~ se faltarem fotos e vídeos que dão sentido à sequência dos relatos.

Um beijo e até mais!

 

Nossa visita ao Parque das Nações e Oceanário de Lisboa

Na conexão da nossa última Eurotrip, ficamos algumas horas em Lisboa e aproveitamos para conhecer o Parque das Nações e o Oceanário de Lisboa, que são atrações relativamente perto do Aeroporto (apenas algumas estações de metrô). Deixamos nossas mochilas no locker da Estação Oriente, atravessamos o Centro Comercial Vasco da Gama e chegamos lá.

 

Dica: se o seu voo tem conexão em Lisboa e você tem algumas horas por lá, aproveite esse passeio pois vale muito a pena e é super tranquilo de fazer. Nosso voo chegou às 11h em Lisboa e o próximo partia às 18h e deu bem certinho, sem estresse!

 

Estação Oriente

 

Centro Comercial Vasco da Gama

 

Parque das Nações

 

Ao fundo a “Telecabine”, teleférico que vai de uma ponta a outra do Parque.

 

Que dia de sol, hein Brasil?

 

O Parque das Nações é lindo (confesso que o dia perfeito de sol ajudou bastante também) e cheio de obras de arte espalhadas pelo complexo. Fica na beira do Rio Tejo e tem um calçadão incrível para caminhar apreciando a vista. Mas nosso objetivo final era visitar o famoso Oceanário de Lisboa – somos apaixonados por animais e bichinhos do mar, então pra nós era imperdível.

 

 

Simplesmente amamos a visita. O Oceanário tem um aquário enorme bem no centro, onde aqueles milhares de peixes (de tudo que é cor, tamanho, tipo, etc.) convivem tranquilamente com diversas arraias e tubarões. Toda a visita gira em torno desse aquário grande e circular – às vezes você sai do circuito para ver outras atrações, mas logo volta para esse principal.

 

 

Também vimos outros bichinhos, como pinguins, aves, lontras, cavalos-marinhos, estrelas, polvos, e outros tantos que nem lembro o nome! Tudo muito bem arrumadinho e cuidado, um passeio muito agradável!

 

 

Depois da visita ao Oceanário, vimos que ainda tínhamos tempo de pegar o Teleférico (que lá eles chamam de “Telecabine”) que tem ali no Parque das Nações, e que vai de uma ponta a outra com vistas lindas do Rio Tejo, da Ponte Vasco da Gama, dos prédios modernos da região e da super estrutura do Parque (que tem centro de eventos, de esportes, feiras, etc.).

 

 

Como pegamos o trecho só de ida na “telecabine” para voltarmos caminhando pelo Parque, paramos numa “pastelaria” para comer uns pastéis de nata com cafezinho antes de voltarmos para o aeroporto! Uma delícia!

 

 

Então pegamos o metrô de volta para o aeroporto e seguimos viagem! Ficamos encantados com essa região de Lisboa, vale muito a pena!

 

 

Nota: infelizmente bem no finalzinho dessa viagem fomos roubados e perdemos muito material. Alguma coisa conseguimos recuperar, mas o backup principal estava no meu notebook e no meu iphone que ~se fueram~ nessa roubada. Então ~desculpa aí~ se faltarem fotos e vídeos que dão sentido à sequência dos relatos.

 

Também fiz um compilado das imagens que recuperamos desse dia e ficou um vídeo bem legal que mostra melhor a beleza do que vimos no Parque das Nações e no Oceanário. Assim que eu tiver subido no Youtube, posto o link aqui, ok?

Espero que tenham gostado de ver nosso 1º dia de Eurotrip e que continuem nos acompanhando para ver o resto! 😉

Comentem se vocês já foram lá e o que acharam, gostaram tanto quanto a gente?

Um beijo,

Roteiro resumido da nossa Eurotrip 2016

Helloooo queridos! Vim hoje contar rapidinho o roteiro que fizemos agora em dezembro de 2016. Aos poucos vou detalhando e contando as histórias e causos dessa viagem! Vamos ao roteiro?

1º Dia – 10 e 11/12: Embarcamos no voo Porto Alegre – Lisboa à noite, chegando em Portugal no dia 11 pela manhã. Como nosso voo seguinte era só à noite, saímos do aeroporto para aproveitar a tarde no Parque das Nações e no Oceanário, que fica perto. No fim do dia voamos para Berlim e chegamos lá tarde da noite.

 

 

2º, 3º e 4º Dia – 12 a 14/12: Ficamos 3 dias inteiros em Berlim, conhecendo os principais pontos da cidade e aproveitando muito as feirinhas de Natal! Fizemos compras de eletrônicos e de roupas de inverno para encarar o frio, visitamos a Alexanderplatz e a Postdamerplatz, a Berliner Dom e a Ilha dos Museus, o Museu Judaico, a East Side Gallery, o Checkpoint Charlie e o Palácio de Charlottenburg.

 

5º Dia – 15/12: Alugamos um carro em Berlim e fomos passar o dia em Dresden. Conhecemos rapidamente essa cidade linda e curtimos a sua feirinha de Natal. De lá tocamos para Praga, onde passeamos pelo centrinho à noite e pernoitamos.

 

 

6º Dia – 16/12: Passamos o dia em Praga, conhecendo o Castelo, subindo no morro do parque Petrín e tomando muita cerveja boa! Dormimos mais uma noite lá.

 

 

7 e 8º Dia – 17 e 18/12: Cedinho voltamos para a Alemanha e fomos conhecer o tradicional mercado de Natal de Nuremberg. À tarde fomos tomar café na casa da família Mayer, com quem me hospedei por quase dois meses em 1997 (!!) quando fiz um intercâmbio com a escola de ballet (!!!!) e ficamos para a janta também. Ainda saímos para beber numa cervejaria. No dia seguinte passeamos pela cidade de manhã e depois fomos encontrar os Mayers para jogar boliche e almoçar. Depois partimos para Garmisch-Partenkirchen, na fronteira com a Áustria, onde pernoitamos.

 

 

🍺

A post shared by Gabi (@gabigons) on

 

9º Dia – 19/12: Fomos conhecer o Zugspitze, o lugar mais alto da Alemanha, após uma noite de muita neve! Foi um passeio incrível ver os alpes nevados 🙂 – pernoitamos novamente em Garmisch, numa hospedaria muito característica alemã. Nota: nessa noite que ocorreu o atentado à um mercado de Natal em Berlim, onde havíamos passado uma semana antes.

 

 

 

10º Dia – 20/12: Cruzamos a fronteira com a Áustria para conhecer a Highline 179, uma ponte suspensa muito legal, entre duas montanhas com castelos. Depois seguimos para Schwangau (de volta na Alemanha), onde almoçamos e visitamos o famoso castelo de Neuschwanstein. Ainda viajamos horas subindo e descendo montanhas e estradas “cotovelo” para chegar e dormir em Sölden, bem no sul da Áustria.

 

 

 

11º Dia – 21/12: Passamos o dia perambulando pela cidadezinha, que é um resort de ski, subimos até o topo da geleira onde almoçamos e ficamos babando na vista. À tarde patinamos no gelo e à noite curtimos um aprés-ski (nome chique para o happy hour da galera do ski). Pernoitamos em Sölden novamente.

 

 

12º Dia – 22/12: Saímos de viagem em direção à Innsbruck, onde passamos o dia conhecendo essa gracinha de cidade, e tocamos para Munique. Lá visitamos o centrinho e a feira de Natal à noite e pernoitamos.

13º Dia – 23/12: Perneamos por Munique o dia inteiro e à noite fomos jantar e curtir a cervejaria Hofbräuhaus.

 

 

14º Dia – 24/12: Pegamos um voo de Munique para Lisboa, onde alugamos um carro e subimos até a cidade do Porto, para passarmos o Natal com meu irmão que mora em Matosinhos, ali perto. Curtimos uma ceia portuguesa deliciosa e ficamos na casa do mano.

15º e 16º Dia – 25 e 26/12: Ficamos em Porto e Matosinhos, curtindo a família e a cidade. Passeamos pela praia, pelo centro histórico e pela Ribeira.

 

 

17º e 18º Dia – 27 e 28/12: Fomos viajar com meu irmão e minha cunhada para a Espanha, pela região da Galícia. Começamos pela cidade de Pontevedra e depois fomos para Coruña, onde passeamos à noite e pernoitamos. No dia seguinte fomos a Santiago de Compostela conhecer a famosa Catedral e então voltamos para casa.

19º Dia – 29/12: Eu e o Léo passamos o dia fazendo as últimas compras, passeando pelo Norte Shopping e pelo El Corte Inglés. Depois fomos jantar com o mano e cunhada em um restaurante japonês para nos despedirmos.

20º e 21º Dia – 30 e 31/12: Saímos de Porto em direção à Lisboa, parando para conhecermos Sintra, um amor de cidade, cheia de palácios. Uma pena que nosso carro alugado foi arrombado por lá e tivemos um prejuízo gigantesco e toda a função de delegacia, cancelamentos, etc. Dormimos em um hotel perto do aeroporto de Lisboa e no dia seguinte pegamos um voo diurno de volta para Porto Alegre. Chegamos em casa perto das 21h e passamos a virada para 2017 dormindo. 🙂

Depois desse relato resumidinho, vou fazer posts específicos dos lugares com as fotos que conseguir reunir, pois com o roubo foi meu notebook e meu celular onde tinham diversas fotos que foram perdidas sem backup. Isso é o que mais nos deixou triste (a perda material a gente já está superando).

Gostaram do nosso passeio? Eu achei a viagem incrível!

Um beijo,