Tag: New York

Turistando: Estátua da Liberdade (em duas opções!)

Ainda no clima de retomada de tags, volto com Turistando pra falar um pouco sobre mais um must-see novaiorquino: a Estátua da Liberdade! Como tive a oportunidade de vê-la de pertinho duas vezes de formas diferentes, vou contar pra vocês como foi cada uma. Vem comigo?

 

* 1ª vez: Statue of Liberty Ferry *

Quando fui em 2010, compramos o The New York Pass e a Estátua da Liberdade foi o primeiro passeio que fizemos. O passe incluía o Statue of Liberty and Ellis Island Immigration Museum através de um curto trecho de barco que sai do Battery Park, bem ao sul de Manhattan. Lá no parque, pegamos o ticket no Castle Clinton National Monument, passamos por um detector de metais e procedimentos de segurança e logo embarcamos no ferry.

 variegabi_estatuadaliberdade_1

Vistas de dentro do barco para o sul de Manhattan, com Battery Park e Castle Clinton

 

variegabi_estatuadaliberdade_2

Já no barco (ou ferry) – passamos por Ellis Island.

 

Desembarcando na ilha, que é razoavelmente pequena, é possível dar uma volta em toda ela e ver o skyline de Manhattan. A ilha é bem arborizada e florida, um passeio bem agradável! Muito bacana poder ver a Estátua bem de pertinho (e até entrar lá) e tirar foto da moça de todos os ângulos.

 variegabi_estatuadaliberdade_3

Fotinhos tiradas na ilha!

 
O dia estava meio nublado e o tempo ficava abrindo e fechando, mas renderam boas fotos e boas risadas! Apesar do ticket incluir também a visita a Ellis Island, optamos por ir apenas à ilha da Estátua. Mas parece ser bem bonita também!
 

Saiba mais!
Link para Statue of Liberty National Monument
Link para Statue Cruises (que operam os ferries)
Preço: USD 18
Freqüência: aprox. de 25 em 25 minutos, das 9h30min às 15h30min
Onde pegar o ferry: Battery Park (Estação de Metrô Bowling Green)

 

* 2ª vez: Staten Island Ferry *

Já em 2013 sugeri para as minhas companheiras de viagem (mamis e prima) fazermos esse passeio gratuito que passa perto da ilha, mas que é, na verdade, o transporte público de passageiros entre Manhattan e Staten Island. Elas super toparam e fomos bem cedinho para a estação de onde partia do Staten Island Ferry. Lembro que tomamos café por lá enquanto aguardávamos a próxima saída.

 

variegabi_estatuadaliberdade_4

O terminal, dentro do barco tomando café, skyline de Manhattan (aquele barquinho branco é o do passeio para a Estátua da Liberdade que eu falei acima) e a vista da Estátua de dentro do Staten Island Ferry.

 

Quanto à vista da Estátua da Liberdade, eu achei bem ok. Nada demais para quem já foi na própria ilha da Estátua, mas mamis e prima gostaram do passeio e pra elas foi suficiente vê-la daquela distância.
 

variegabi_estatuadaliberdade_5

Eu e a Estátua, a ponte do Brooklyn vista do barco, companheiras de viagens, barquinho da escolta e o ferry boat homônimo fazendo o percurso de volta.

 

O barco é enorme e tem umas áreas externas, mas como estava muito frio e ventando, ficamos mais na parte interna mesmo. Notei que havia um barco menor que fazia a escolta do ferry. Sinistro, né?

 

variegabi_estatuadaliberdade_6

Cenas de Staten Island, um amor! E o dia lindo ajudou né?

 

Staten Island é uma graça! Como era outono e por lá tudo é super bem cuidado, as árvores e jardins estavam lindos! Adoramos conhecer esse subúrbio newyorker.

No vlog que fiz dessa viagem, tem vários momentos desse passeio – veja aqui!

 

Saiba mais!
Link para The Staten Island Ferry
Preço: grátis!
Funcionamento: 24h
Freqüência: 15min nos horários de pico, 20/30min nos demais, 1h na madrugada
Onde pegar o ferry: Whitehall Terminal (Estação de Metrô South Ferry Loop)

 

-x-

Acho que vale a pena esperar um dia bem lindo de sol e pouco vento para fazer qualquer um desses passeios, pois lá venta muito e é mais frio do que em Manhattan. Mas vale muito a pena, hein?

Um beijo,

Gabi.

Turistando: Rockefeller Center + Top of the Rock

Oiii! Como foram de findi? Aqui em POA fez um lindo findi com sol e calor (e um sobrinho querido aqui em casa!)

🙂

Bom, hoje trouxe novamente a tag Turistando pra falar um pouquinho sobre um dos pontos turísticos mais centrais de Nova York: o Rockefeller Center. E é central meeeesmo, porque fica em uma das localizações mais populares da ilha – Midtown. Nas vezes em que estive lá, a gente acabava passando pelo Rockefeller várias vezes ao dia.

 

Variegabi_Rockefeller_1

Em 2010, em frente à pracinha do complexo à noite. 

Ao fundo a famosa estátua dourada de Prometheus (Paul Manship, 1934).

 

O centro é composto por 19 prédios comerciais, incluindo a famosa praça onde anualmente é montada a pista de patinação no gelo e a árvore de Natal, e muitas lojas, restaurantes e atrações. Milhares de empresas, como GE, Deloitte, Bank of America, Barclays, McGraw-Hill, entre outras, ocupam as diversas salas e andares do complexo.

 

Variegabi_Rockefeller_2

Clicks de 2013: a árvore de Natal sendo montada, o GE Building por dentro (linda pintura, né?), detalhes art déco de um dos prédios por fora, e a famosa escultura “O Atlas” que fica na 5ª avenida (Lee Lawrie, 1937).

É muita riqueza!

 

Os primeiros 14 prédios foram construídos pela família Rockefeller, uma das famílias mais ricas e poderosas dos Estados Unidos, em 1939. Foi o maior projeto de construção já realizado até então. Projetado pelo arquiteto Raymond Hood, o complexo empregou mais de 40.000 construtores e exibe o clássico estilo Art Deco. Durante os anos 60 e 70, outros 4 prédios em estilo mais moderno e internacional foram construídos na Avenue of the Americas e, mais tarde, o Time-Life Building foi incorporado ao complexo. (Fonte: site oficial e guias de viagem)

 

Variegabi_Lunch_atop_a_skyscraper

A famosa foto “Lunchtime atop a Skyscraper” de Charles C. Ebbets foi tirada durante a construção em 1932.

 

Variegabi_Rockefeller_3

Clicks de 2010: o prédio 30 Rock e praça com lojinhas, lindamente iluminada e decorada!

 

Top of the Rock

Nos andares 67º a 70º do prédio 30 Rockefeller (GE Building) fica o observatório do complexo. Da vista de 360º da ilha de Manhattan é possível enxergar a grandiosidade do Central Park e os demais prédios da cidade como o Empire State e o Chrysler Building. É legal variar o horário para subir no Top of Rock e no Empire State, ou se você for mais de uma vez lá, ir em algum de dia e outro de noite, por exemplo!

 

Variegabi_Top_of_the_Rock_2

Vista diurna, em 2013. Óculos escuros: pra quê?

 

Variegabi_Top_of_the_Rock_1

Vista noturna, em 2010.

 

The Ice Skating Rink

A popular pista de patinação no gelo do Rockefeller Center é montada todo inverno (de novembro à março) junto à árvore de Natal. Tive a sorte de pegar aberta e foi uma experiência muuuito divers! No início a gente fica meio tensa mas depois pega o jeito e se solta mais. Pra quem vai pra Nova York nessa época, tem várias possibilidades de experimentar, pois a cidade fica cheia de rinques (só no Central Park são dois!).

 

Variegabi_Ice_Skating

Eu e a prima tentando ficar em pé patinar!

 

Radio City Music Hall

O teatro é de 1932, mais antigo que o resto complexo, também no estilo Art Deco. Acomoda mais de 6.000 pessoas e, além de grandes eventos e premiações, como Grammy e Tony Awards, atrações nacionais e internacionais, recebe há mais de 70 anos o show de Natal das Rockettes, o Radio City Christmas Spectacular.

 

Variegabi_Radio_City

Em 2013 de dia, e em 2010 à noite!

 

NBC

Lá também ficam os escritórios e estúdios da rede de televisão americana e dá para conhecer e até participar de alguns programas. Também tem uma loja muito fofa – contei melhor aqui nesse post.

 

DSC01256

Eu e a minha best nos divertindo em 2010!

 

Lojas

Além a lojinha lindia! da NBC, o complexo tem mais de 100 lojas! Naqueles quarteirões é possível encontrar muuuita coisa bacana, como as lojas da Nintendo, Lego, Anthropologie, Coach, Michael Kors, Aldo, Banana Republic, Godiva, Hallmark (a papelaria), J. Crew, L’Occitane, Longchamp, Swarovksi, The Body Shop, entre várias outras!

 

Restaurantes

Tem vários lugares bacanas, pra fazer um lanchinho, tomar um café ou até fazer uma refeição chiquérrima! Os mais populares são Au Bon Pain, Auntie Anne’s, Ben & Jerry’s, Chipotle, Dean & DeLuca (alô Felicity!), Dunkin Donut’s, Magnolia Bakery (onde comi o melhor brownie do mundo!), Pret A Manger, Starbucks e Subway, entre muuuitos outros, incluindo o famoso AND chiquésimo Rainbow Room que fica no 65º andar do 30 Rock.

 

Algumas curiosidades:

– O seriado 30 Rock tem no título a referência ao endereço de um dos prédios, onde se passaria a empresa do seriado.

– Time-Life Building  é o prédio onde fica a revista Life do filme “A Vida Secreta de Walter Mitty” <3 <3 <3

– O complexo teria sido erguido bem antes como uma sede para a Metropolitan Opera mas a crise de 1929 postergou e mudou o objetivo da construção.

– Durante a guerra uma das salas do complexo abrigava as principais operações e tomadas de decisão da Força Aliada britânica, bem como órgão que mais tarde se ronaria a famosa C.I.A.

– Na história, o conjunto já “mudou de mão” algumas vezes, e hoje os donos são outras famílias americanas que compraram o complexo em 2000 por 1.85 bilhões de dólares.

 

 No meu vlog (vídeo) de viagem dá pra ver vários momentos no Rockefeller, como a nossa subida no Top of Rock e a patinação!

Clique aqui pra ver!

 

Confira!

Endereço: Entre a 5th e a 6th Ave, entre a 48th e a 51st Street – Midtown Manhattan

Preço para subir no Top of the Rock: USD 29 (para adultos)

Preço para patinar no gelo: USD 27 para 1h30min (site específico) + aluguel dos patins

Maiores informações no site oficial: www.rockefellercenter.com

 

Deu vontade de se teletransportar djá, né? Em mim deu.

Um beijo,

Gabi,

Turistando: Roosevelt Island ~ NY

Criei essa tag nova aqui no blog pra falar de pontos turísticos, passeios ou regiões que valem uma visita (ou não, aí depende do que você achar). Aproveito o tópico para tirar dúvidas e fornecer informações de lugares que eu já fui e sei como funciona.

Ainda falando de NY (vocês ainda não cansaram, né?), hoje vou contar sobre esse passeio por Roosevelt Island, um local ainda pouco conhecido pela massa turística. Recebi essa dica de um colega, e realmente ainda não tinha ouvido falar na ilha antes disso (oi, massa turística!), mesmo já tendo ido pra NY antes.

A ilha fica bem pertinho, espremida entre Manhattan e o Queens / Long Island. Mas não é assim, digamos, um passeio obrigatório. A melhor parte mesmo é o passeio de ida e volta da ilha, que é feito por um “bondinho” (há quem chame de teleférico), que atravessa o East River ao lado da Queensboro Bridge. Em um dia limpo (como o que eu fui), a vista na travessia é muito bonita.

 

VarieGabi_Roosevelt_Island_1

Vista durante a travessia

 

Já a ilha em si não tem nada demais. É bonita, bem cuidada e arborizada, mas nada que já não se veja em outras áreas e regiões da cidade. Não se vê muito movimento de pessoas e tem bem pouco comércio e atividades acontecendo ali, já que é um bairro mais residencial. Mas também é o charme da ilha, pois em meio à tantos programas turísticos lotados e a agitação das lojas de Manhattan, é muito bom fazer um passeio mais calmo e tranquilo. Quando fomos, éramos as únicas turistas por lá!

 

VarieGabi_Roosevelt_Island_3

Vista da ilha para Long Island

 

O “bondinho” é um serviço de transporte público como o metrô, então pra andar nele é só passar o MetroCard (o mesmo que se usa para metrô e ônibus). Dá pra notar que quem mais utiliza mesmo são os moradores e trabalhadores da ilha. Pra chegar lá de “bondinho”, ou melhor, de Roosevelt Island Tram, dá pra descer nas estações de metrô 59 St ou Lexington Av / 59 St e caminhar até a esquina das ruas E 59th St com 2nd Ave. Até dá pra chegar lá de metrô (linha laranja F, estação Roosevelt Island), mas aí não tem graça nenhuma.

 

VarieGabi_Roosevelt_Island_2

O bondinho ou teleférico nas alturas!

 

Tem um centro de visitantes logo na chegada do teleférico, então se você tiver mais tempo, acho que vale uma passada pra ver o que mais tem pra ver e/ou fazer na ilha.

 

Roosevelt Island Tram

Duração do trecho: 4 minutos
Frequência do serviço: de 15 em 15 minutos
Horário de funcionamento: das 6h da manhã até às 2h da madrugada (sexta e sábado até ás 3h30min)

Preço: USD 2,25 por trecho ou USD 4,00 ida e volta (o mesmo das passagens de metrô/ônibus), ou nada se você estiver em um plano de Metrocard ilimitado.

 Mais informações no site oficial: rioc.ny.gov

 

Gostaram da dica?

Um beijo,

Gabi.

Relato: 3ª (e última) parte da viagem ~ Gabi em NY!

Oi gente, tudo bem? Continuando o relato sobre a viagem para Nova York, mas essa é a última parte, prometo! Clique aqui para ler a primeira e/ou aqui para ler a segunda parte!

 

6º dia

Tiramos o dia para ir ao outlet: fomos até o Port Authority Bus Terminal e pegamos um bus para o Jersey Gardens, que fica fora da ilha, em Nova Jersey. Almoçamos um Burger King e mesmo tendo passado HO-RAS lá dentro não conseguimos ver tudo o que tinha. Voltamos exaustas para o hotel e capotamos!

 

7º dia

Esse dia acordou um pouco chuvoso, e acabou estragando o nosso passeio. Fomos experimentar um brunch em um bistrô francês no descolado bairro de Chelsea. O restaurante se chama Pastis e é muito charmoso. Após café, ovos, fritas, croissants e pancakes, passeamos ali pelo bairro até o Chelsea Market, um mercadinho com várias lojas bacaninhas de coisas de casa, cozinha, comidas, doces, temperos, etc. Tem uma loja Anthropology ma-ra também! Como estava chovendo, acabamos não indo na High Line – parque em cima de trilhos antigos que fica ali perto (fiquei #xatiada), mas dizem ser imperdível.

 

 New_York_Collage_13

Brunch no Pastis + Chelsea Market + Lindezas na Anthropology

Já no quarto do hotel e analisando algumas compreeenhas feitas no dia anterior, decidimos voltar ao outlet para fazer umas trocas, pois com aquele tempo murrinha era o que tinha de melhor a fazer. Novamente exaustas, compramos um lanchinho perto do hotel mesmo e comemos no quarto.

 

New_York_Collage_14

Linha de bus + Fachada do Shopx + Lanchinho da Tarde

 

8º dia

Com as malas cheias e as cotas de compras vazias, voltamos a passear pela cidade, que nos brindou com mais um lindo dia de sol. Depois de um café no Starbucks (conta uma novidade!), uma voltinha pelas lojinhas de souvenir  da Times Square e uma visita à Toys R Us (loja enoorme de brinquedos!), fomos a pé a Macy’s (que estava em liquidação!) e depois até o Empire State e subimos até o deck de observação no 87º andar (isso mesmo!).

 

New_York_Collage_15

Starbucks again! + Chegando pertinho do ESB + Hall do Empire State + Lá de cima

 

Dali, atravessamos o Madison Square Park e almoçamos no meu amado Shake Shack! Passeamos pela região, adentrando a Biblioteca Pública e a Grand Central Terminal. Perneamos bastante nesse dia, e novamente comemos só um lanchinho antes de dormir.

 

New_York_Collage_16

Madison Square Park liiindo no outono + Shake Shack + NY Public Library

 

9º dia

Mais um dia maravilhoso na cidade, então resolvemos ir passear pelo Brooklyn. Foi o dia mais frio da viagem (que vento gelado que passa lá, gente!), NUNCA vou me esquecer desse dia. Fomos de metrô e caminhamos até o parque que tem na beirinha do rio, de onde se tem uma vista bem bonita da ilha e da ponte. Na volta, passamos numa lojinha linda que se chama West Elm e almoçamos na pizzaria mais famosa de New York, a Grimaldi’s.

 

New_York_Collage_17

Perneando pelo Brooklyn + Ponte + Pizza delícia na Grimaldi’s

Retornamos para Manhattan e caminhamos pela ponte do Brooklyn para tirar umas fotinhos. Tem um monte de camelô bem bacaninha nesse passeio, dá pra comprar souvenirs, quadros, alguma coisa de arte e até umas mantinhas de pescoço. Quando voltamos para Times Square, já que era nossa última noite por lá, curtimos bastante os luminosos, demos mais uma bandinha nas lojas e acabamos jantando no Bubba Gump, mesmo lugar onde começamos a viagem.

 

New_York_Collage_18

Na ponte do Brooklyn pelo lado de Manhattan + Despedida da Times Square

 

10º dia

De manhã, um dos momentos mais tensos e mais divertidos da viagem: fechar as malas! Demorou, mas conseguimos fazer tudo caber! Deixamos as malas no locker, tomamos nosso último café no Starbucks e saímos em direção à Roosevelt Island, que era uma dica recebida de uns amigos. Como o dia estava lindo, foi um bom passeio ir até a ilha de bondinho, lagartear um pouco no sol e voltar.

 

New_York_Collage_19

Passeio por Roosevelt Island

 

Caminhamos de lá até a esquina do Central Park, onde entramos na loja de brinquedos FAO Schwarz e descemos a 5ª avenida dando uma última olhada na cidade e nos despedindo. Almoçamos no Olive Garden de Times Square e logo mamis e prima já foram para o aeroporto. Como meu voo era mais tarde e de outro aeroporto, fiquei mais um pouco zanzando pela Times Square (e ainda fiz mais umas comprinhas de última hora!). No final da tarde, peguei minhas malas e um táxi para o aeroporto. Deu tudo certinho e cheguei em Porto Alegre no dia seguinte 30 minutos depois de mamis!

 

New_York_Collage_20

FAO Schwarz já enfeitada para o Natal + Lojas chiquérrimas na 5ª Avenida + Pôr-do-sol a caminho do aeroporto

+++

E fim! Esses foram nossos 10 dias em NY. Sei que faltou irmos à muita coisa (como museus, praças e lojas), afinal tem MUITA coisa pra fazer por lá! Mas como eu já tinha ido alguns anos atrás, acabamos repetindo só os pontos principais mesmo e indo à muitas lojinhas! Eu adorei e estou pronta para repetir, mas da próxima vez, levarei o maridão!

Em breve, mais posts sobre a cidade!

Um beijo,

Gabi.

Relato: 2ª parte da viagem ~ Gabi em NY!

Dando continuidade ao relato que comecei essa semana, segue a 2ª parte da nossa viagem pra NY! Enjoy!

 

3º dia

Depois do café no Starbucks (aham!), fomos de volta ao Rockefeller Center, passando pelo Radio City Music Hall e pela lojinha da NBC. Inventamos de patinar no gelo na famosa pista que fica abaixo da árvore de natal (que estava sendo montada ainda). No início é tenso mas depois que a gente pega a manha fica super divertido e olhando pra trás hoje acho que foi um dos pontos altos da viagem! Depois exploramos um pouco por dentro do complexo e almoçamos em um Pret-a-manger (eu adorava essa rede em Londres! #nostalgia) que tinha no subsolo – o que foi bem legal pois era o pessoal que trabalha ali pelos prédios, então dava pra ver bem como isso é mesmo da rotina deles.

 

New_York_Collage_6

Café no Starbucks de novo! + Radio City Music Hall + Andando de patins no gelo!

 

O dia estava lindo e, então, subimos no Top of the Rock para apreciar a vista. Na volta, seguimos explorando a 5ª avenida e entramos para conhecer a famosa Saks 5th Avenue. Depois de uma passada no hotel, fomos jantar no Carmine’s, restaurante italiano que fica ali pela Times Square, com uma amiga querida que mora lá . O lugar está sempre cheio, mas tem um ótimo custo-benefício.

 

New_York_Collage_7

De um lado e de outro do Top of the Rock + Saks já enfeitada para o Natal

 

4º dia

Acordamos e fomos direto para o terminal de ferry boat no sul da ilha, onde tomamos café e partimos para Staten Island. Esse passeio é de graça e passa bem pertinho da Estátua da Liberdade. E é legal sair um pouco de Manhattan e ver como é a vida fora da ilha. O lugar é uma graça e, novamente, havíamos sido presenteadas com um dia lindo de sol.

New_York_Collage_8

Ferry Boat + Estátua da Liberdade + Staten Island com mamis

 

Voltamos para explorar a parte sul e mais antiga, em pontos como o Battery Park, o touro, os prédios e a bolsa de valores de Wall Street e o Memorial de 11 de Setembro. Adentramos a Century 21 (sim, fui de novo lá, e comprei mais coisas!) que fica por ali, já que elas ainda não tinham ido, e por lá almoçamos (no The Coffee Bean and Tea Leaf que tem lá dentro) e passamos a tarde, já que revisamos TODOS os andares da loja (e fardamos a família!).

 

New_York_Collage_9

Wall Street + Bull + 9/11 Memorial

 

5º dia

Em mais um dia perfeito de outono, resolvemos ir ao Central Park! Antes, passamos na famosa Magnolia Bakery para tomar um belo (e doce!) café da manhã. Foi um dos dias mais gostosos, pois caminhamos lentamente pelo parque, tirando bastante fotos, sentando para conversar nos banquinhos e curtindo mesmo o passeio. Quando a fome bateu já estávamos em frente ao Metropolitan Museum, o Met, onde pegamos uns hot-dogs ali na rua mesmo, sentamos na escadaria e apreciamos nosso almoço newyorker.

 

New_York_Collage_0

Delícias da Magnolia Bakery + Central Park + hot-dogs + por fora e por dentro do Met

Depois circulamos pelo museu e voltamos para midtown para conhecer a mega loja Bloomingdale’s, onde novamente tomamos um café com bolo na Magnolia Bakery (tem uma lá dentro!). Retornamos para Times Square a tempo de comprarmos ingresso para algum musical da Broadway na fila da TKTS para o mesmo dia. Acabamos optando por assistir ao musical Cinderella, que encerrou mais um dia lindo e muito bem aproveitado em NY.

 

New_York_Collage_00

Bloomingdale’s + Magnolia Bakery AGAIN! + o musical Cinderella

 

TO BE CONTINUED (AGAIN)!