Tag: Recebendo

Receita: Cheesecake de Morango

Ai gente! Como eu já contei nesse post aqui, eu não sei cozinhar muito bem, mas sei seguir receita que é uma beleza! Hihihi! Ontem vieram umas amigonas minhas aqui em casa e eu aproveitei para fazer uma das poucas coisas que eu sei fazer bem: uma bela Cheesecake de Morango. Infelizmente, como foi uma correria só e eu vivo sempre atrasada (atenção!, esse é um dos meus jargões que uso como desculpa quando não consigo fazer as coisas) não tirei uma foto sequer do encontrinho.

E mesmo com o tempo um tanto apertado, ficou tudo um amor (suspeita!) e as gurias gostaram bastante. Usei minhas velhas e baratcheenhas flores do campo nos vasinhos e folhas de manjericão na decoração dos pratos. Uma pena mesmo não ter evidência nenhuma. Mami até duvidou. Servi petiscos variados e como janta uma salada caprese e uma massa de forno, que qualquer hora deve circular por aqui.

Mas a estrela da noite foi mesmo a delícia da cheesecake. Fiz um dia antes, claro, pois apesar de fácil demora um pouquinho pra fazer e sempre é bom dar aquela dormidinha na geladeira pra “pegar gosto”, hehehe! E não vim aqui bancar de a mestre-cuca-prendada-confeiteira e postar receita. Vim é dar os devidos créditos de onde tirei essa delícia, já que ontem as gurias me pediram o link.

O link é este aqui.

E gurias, eu juro que é fácil de fazer. Se não fosse, eu não faria, é sério! Demora porque são três etapas (casquinha, recheio e cobertura) mas não tem mistério. Acredite: se eu fiz, qualquer um pode fazer!

Aproveito para falar sobre esse blog, A casa das gurias, que é uma graça e as gurias tem um gosto impecável. Lá tem muita inspiração para decoração, jantinhas, chás, ideias para receber bem e muito mais. Uma pena que elas deram um tempo no blog, pois eu adorava acompanhá-las. Tive a sorte de conhecer uma delas, a Mari, ainda antes do blog e dá pra ver que o resultado é a cara da pessoa, né?

Aqui fica uma fotinho da primeira vez que fiz a cheesecake (e a selfie-registro do encontro – só as gatcheeeeenhas) para deixar vocês querendo me visitar (e ó, é só avisar!).

 

PicMonkey Collage

 

Um beijo,

Gabi.

Aqui em casa: idéias para receber ~ rápido e fácil!

Não sei cozinhar muito bem, pois na verdade ainda estou aprendendo. Mas receber, ah! receber … sempre curti! Lembro desde os tempos do colégio em que organizávamos chazinhos com comilanças! De lá pra cá, eu e minhas amigas desenvolvemos um bom hábito de nos reunirmos umas nas casas das outras para fofocarmos e, posso dizer, nossos chazinhos daquele tempo evoluíram muito! Algumas cozinham SUPER bem e outras preparam as melhores festinhas e recepções que frequentamos.

Aqui em casa ainda estamos organizando o apartamento, faltam alguns móveis, mais lugares para guardar coisas e mais cadeiras para acomodarmos mais pessoas. Mas pequenas reuniões e jantinhas já estamos ensaiando. E hoje vim mostrar como organizo a nossa pequena recepção de uma forma rápida e fácil, mas charmosinha :).

Pra começar, sempre tento fazer uma mesa harmoniosa. Por exemplo, a mesa abaixo. Não dei assim muita bola para etiqueta, fui mais pela beleza da distribuição, hehehe (então não repara se tem talher ou copo errado, please!). Quando eu falo em harmonia, quero dizer que é mais pelas cores.

 

Recepção

PS: as fotos estão um pouco escuras, eu sei, mas não se apega, tá? Desculpa a fotógrafa/blogueira iniciante aqui.

 

Como nossa louça é branca com cinza bem clarinho, quase gelo, e nossos americanos são prateadões, quando vi aqueles guardanapos decorados já consegui imaginar essa composição. Pra mim, ficou bem harmonioso, e pra vocês?

 

20130914_202136

Mesma composição, mas em outro dia. Sai a champagne e entra a cerveja e o vinho!

 

Para petiscos, trouxe alguns exemplos aqui de casa. Ficam uma graça, todo mundo adora, são super fáceis de achar ou substituir, e é só colocar na sala com um charminho. No exemplo de cima, temos uma petisqueira com amendoim japonês temperado, cubos de salamito e Pingo D’Ouro sabor churrasco da Elma Chips. O “ plus a mais” fica por conta do copinho/souvenir de viagem que serviu para apoiarmos os garfinhos. Mais exemplos, ó:

 

Recepção

No canto da mesa de janta de novo: tábua de madeira (a mesma da cozinha, por que não?) com queijo gorgonzola, brie e colonial, geleia de uva e cubos de salame. De novo o charme por conta do copinho …

 

Recepção

Na mesinha de apoio: bowl branca com torradinhas, Tempercheese Santa Clara, azeitonas em pratinho mais decorado, e de novo a petisqueira – mas agora com palitinhos (Stiksy da Elma Chips), queijo e salame em cubos e amendoim salgado. Põe um porta-guardanapo pequeno e… viu o copinho ali de novo?

 

20130914_202105

Outra dia, na mesma mesinha: prato retangular com as torradinhas mais alinhadas, prato grande redondo com várias pastinhas: Tempercheese Santa Clara (amamos!), Mostarda Dijon, patê de atum feito na hora e mistura pronta de Bruschetta, taça baixa com palitos grandes de queijo com orégano. Põe um porta-guardanapo pequeno e… viu o … cadê o copinho? Como não havia o que pegar com garfinho, o charme, dessa vez, ficou com o vasinho com flores do campo.

 

Aqui em casa, quando recebemos amigos e família, geralmente o maridão é quem cozinha e eu organizo todo o resto. Adoro essa função! Sempre invento uma coisinha nova e uma “necessidade” para comprar para receber cada vez melhor. Semana passada foi um prato de bolo bonito, hehehehe!

Espero ter inspirado alguém a preparar djá aquele encontro atrasado com as amigas!

Um beijo,

Gabi.